Síndrome do bumbum sarado

0
186

Conquistar um bumbum malhado. Este é o objetivo de muitas mulheres que se matriculam em uma academia. Para alcançar tal finalidade, a variedade de exercícios fica a critério do “freguês”. Geralmente, intensificar a musculação para os membros inferiores é a receita. O que muda são os ingredientes, ou melhor, os exercícios. Porém, abusar das atividades físicas voltadas para os glúteos pode resultar na síndrome do bumbum sarado. Chamada pelos médicos de síndrome do piriforme, a patologia é um problema comum entre mulheres que fazem musculação em excesso, focando os exercícios nos glúteos. “O piriforme é um músculo pequeno localizado na parte posterior e central do quadril. Ele é responsável pelas rotações externas e ajuda a fazer a extensão do quadril”, explica o ortopedista e médico do esporte, André Pedrinelli. Dor ao subir e descer escadas, dificuldade para andar e ao executar qualquer movimento que implique na extensão e rotação do quadril são os sintomas da síndrome do bumbum sarado. André alerta que por se tratar de uma dor suportável, muitas vezes, a pessoa demora a procurar um especialista. O problema é mais comum em pessoas que iniciaram a praticar atividades físicas há pouco tempo e acabaram exagerando na dose, ou ainda, nos veteranos que aumentam a carga dos exercícios frequentemente. Ou seja, a síndrome ocorre por dois motivos: pelo músculo não estar devidamente preparado para determinadas práticas ou se o tempo de exercício for muito longo e intenso. Ainda de acordo com o especialista, o tratamento é simples e nem sempre as atividades físicas devem ser interrompidas. “Basta suspender os exercícios que forcem ou que causem dor ao músculo. È o que chamamos de repouso pausa-ativa”. Geralmente, quem sofre com a síndrome deve tomar anti-inflamatórios e se submeter à sessões de fisioterapia, com o intuito de alongar o piriforme. O tratamento leva cerca de quatro a seis semanas para ser concluído. Para evitar a síndrome, não há muito segredo. O especialista afirma que um bom condicionamento físico garante que os exercícios sejam praticados sem que haja efeitos colaterais. Porém, para atingir tal condicionamento, é importante que a