Saneago faz 40 anos e recebe 427 mi do PAC

0
165

O vice-governador Ademir Menezes assinou ontem contrato do Plano de Aceleração de Crescimento (PAC) para a área de saneamento em Goiás, juntamente com o presidente da Saneago, Nicodemes Domingos Borges, e Fábio Lenza, vice-presidente da Caixa Econômica Federal. Saneago é a primeira estatal do País a assinar esse tipo de contrato. Serão R$ 427 milhões para saneamento no Estado. Parte desses recursos será destinada imediatamente aos municípios de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Santo Antônio do Descoberto.

O presidente da Saneago destacou os motivos de a estatal goiana ser a primeira do Brasil a assinar contrato com o PAC. “Por ter um estoque de projetos prontos, pois o presidente Luiz Inácio Lula da Silva procura sempre empresas cujos processos estão adiantados.”

Ainda em setembro, mais oito projetos serão celebrados, e até o final de outubro serão 32, totalizando quase R$ 500 milhões para investimentos em esgoto e sistema de água tratada.

MAIS RECURSOS
Fábio Lenza disse que Goiás receberá ainda mais recursos para o setor. “Ao longo dos próximos três anos, Goiás receberá R$ 1 bilhão e, para este ano, R$ 250 milhões, sendo que R$ 40 milhões já estão liberados”.

Ademir Menezes afirmou que a partir desse contrato, Goiás terá mais prioridade. “Agora, veremos com freqüência a presença do presidente Lula e de seus ministros em Goiás.”

A destinação dos recursos do PAC para saneamento em Goiás, prioritariamente, tem outro motivo, além da conclusão dos projetos: a comemoração dos 40 anos da Saneago.

Criada através da Lei nº 6.680, de 13 de setembro de 1967, que transformou o antigo Departamento Estadual de Saneamento (DES) em Saneamento de Goiás S/A, a empresa está presente em 224 municípios goianos, conta com 3.671 empregados na ativa e atende 1 milhão e 240 mil clientes.

ENTRE AS MAIORES
A Saneago se destaca entre as maiores companhias de saneamento do Brasil, atendendo 81% da população goiana. Nos últimos oito anos, a Saneago construiu 56 Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) e investiu em ampliação da rede de abastecimento de água e de esgoto sanitário em diversos municípios goianos, destacando as cidades do Entorno de Brasília e Aparecida de Goiânia. A maior obra de saneamento em execução hoje no Brasil, a construção da Barragem do Ribeirão João Leite, é da Saneago. Outra obra que se destaca é a ETE de Goiânia, inaugurada em 2003 e que ampliou o tratamento de esgoto na capital de 7% para 78% do esgoto coletado.