Renan Calheiros é eleito presidente do Senado

0
175

Eleito para mais quatro anos à frente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) deve ser o braço-direito do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na Casa. Ele derrotou o senador José Agripino (PFL-RN) por 51 votos a 28 em eleição realizada nesta quinta-feira. Também foram apurados um voto em branco e um rasgado, que foi anulado.

Renan Calheiros já era presidente da Casa e, na prática foi reeleito, apesar de a regra do processo eleitoral não falar em reeleição, e sim eleição de uma nova legislatura.

Depois de vencer, Renan disse que seu relacionamento com o governo Lula será pautado pela "independência". "Vou conversar com os líderes, buscar o entendimento como sempre fiz", disse.

Calheiros considerou a disputa com Agripino "leal e civilizada", e atribuiu sua vitória ao "afeto". "Foi uma decisão em função do afeto, do respeito que eu sempre colhi e sempre dei aos meus companheiros."

O senador alagoano criticou o excesso de medidas provisórias editadas pelo Executivo, mas afirmou que, durante o seu mandato à frente da Casa, o Senado aprovou medidas para evitar o trancamento das pautas de votações por MPs.

"As medidas provisórias trancavam 715 das sessões. Já aprovamos mudanças que criam filtro severo para que o Senado possa deliberar sobre a urgência e a relevância das MPs. (…) Mesmo com tantas medidas provisórias e processos de investigações, votamos muito", afirmou.

Perfil
Apesar de ser aliados do governo Lula no Congresso, Calheiros tem bom trânsito com a oposição, principalmente entre os senadores do PSDB e do PFL. Em 1998, foi ministro da Justiça durante o governo do tucano Fernando Henrique Cardoso.

Há dois anos ele teve o apoio da oposição para se eleger, enquanto o Palácio do Planalto lutou pela reeleição do então presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Antes de ocupar a presidência do Senado, Renan foi líder do PMDB na Casa. Nesse período ele e Sarney se consolidaram como os interlocutores do partido junto ao Palácio do Planalto.

Originário do movimento estudantil de esquerda em Alagoas, Renan despontou nacionalmente como aliado, depois desafeto, de Fernando Collor de Mello, que volta hoje ao Senado, na vaga que era de Heloísa Helena (PSOL).

Como funciona o Senado
O Senado tem 81 senadores — dois terços deles estão no meio do mandato, que dura oito anos. Os outros 27 senadores foram empossados na manhã desta quinta-feira (1º). A eleição é decidida por quórum de maioria simples, que é a maior parte dos votos dada pela maioria absoluta dos membros da Casa (41 senadores) presentes no Plenário.