Inhumas

Polícia Civil de Inhumas realiza a reconstituição do assassinato da cabeleireira Lorraine

Para a Polícia Civil de Inhumas, Rogério Trindade do Couto, ex-marido da vítima, teria encomendado crime

foto: Jean Santos

A Polícia Civil de Inhumas realizou, na manhã desta segunda (29), a reconstituição do assassinato da cabeleireira Lorraine Fernandes.

De acordo o delegado Humberto Teófilo, Rogério Trindade do Couto, 38 anos, ex-marido de Lorraine, apontado como o mandante do assassinato, não participou do procedimento por negar as acusações e Dioy Belamino dos Reis, de 18, que confessou o crime, estaria narrando como tudo aconteceu.

Apesar da negativa de Rogério Trindade, ambos serão indiciados por homicídio qualificado, ocultação de cadáver, sequestro e porte ilegal de arma de fogo. Para a Polícia Civil de Inhumas, não restam dúvidas da autoria do crime, que chocou a comunidade local. Após a conclusão,  inquérito sobre morte será enviado para o Judiciário.

Lorraine Fernandes foi vista pela última vez com vida no dia 26 de dezembro de 2017 ao ir a uma agência bancária no centro de Inhumas. Filmagens de câmeras de segurança registraram o momento em que ela deixou o banco. No mesmo dia, o carro da cabeleireira foi encontrado abandonado na zona rural do município com uma marca de tiro na porta.

Segundo a Polícia Civil, o assassinato da cabelereira foi cometido por Dioy a mando de Rogério, que não se conformava com o fim do relacionamento. Pelo crime, Dioy receberia R$ 5 mil de Rogério, o que não chegou a ser feito. Rogério o ex-marido de Lorraine nega a acusação.

Mostrar mais

Posts relacionados

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker