Nair Bello continua internada em São Paulo em estado grave

0
131

A atriz Nair Bello, 75, continua em coma no Hospital Sírio-Libanês, na região central de São Paulo. A atriz está internada em estado muito grave desde o dia 11 de novembro, quando sofreu três paradas cardíacas.

Nair, que há duas semanas foi removida da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para a UCG (Unidade Crítica Geral) do hospital, não apresenta alterações em seu quadro clínico, segundo o boletim médico divulgado nesta sexta-feira.

Nair sofreu uma parada cardiorrespiratória na manhã do dia 11 de novembro em um salão de beleza na rua Itambé, perto de sua casa, em Higienópolis. Segundo os médicos, foi justamente a demora do atendimento inicial que prejudicou a atriz.

A artista já chegou ao Sírio-Libanês em estado grave. Logo após desmaiar no salão de beleza, uma ambulância foi chamada. A equipe de resgate realizou massagem cardíaca para reanimá-la e a levou para a Santa Casa de São Paulo, de onde foi transferida ainda no sábado para o Sírio-Libanês.

Um mês antes de sofrer a parada cardíaca, Nair havia retirado um tumor maligno de um dos seios. Em 2002, a atriz, fumante por mais de 60 anos, se viu com um edema pulmonar agudo e teve de passar por uma cirurgia. Depois do susto, deixou de fumar.

Carreira

Nascida na capital paulista em 28 de abril de 1931, Nair Bello Souza Francisco começou sua vida profissional na extinta rádio Excelsior em 1949. Tinha então 18 anos. Trabalhou também na rádio Record, mas sua carreira não se limitaria ao trabalho de locutora e atriz comediante de rádio.

Dois anos depois de seu início, estreou no cinema em "Liana, a Pecadora" (1951), filme em que contracenou com a grande amiga Hebe Camargo. O teatro conheceria Nair anos mais tarde, em 1976, em "Alegro Desbum", peça de Oduvaldo Vianna Filho.

Mas o sucesso veio mesmo com a TV. Nair começou como garota-propaganda e participou de diversas novelas e minisséries. Um de seus personagens de maior destaque foi o de Dona Santa, na minissérie homônima exibida pela Bandeirantes em 1982.

Na Globo, sempre interpretou personagens de humor, como Dona Gema ("Perigosas Peruas", 1992), Carlotinha ("Torre de Babel", 1998), Pierina ("Uga Uga", 2000), Dolores ("Kubanacan", 2003) e a viúva Lake ("Bang Bang", 2006). A atriz participou ainda de "Vira-Lata" (1996) e "O Mapa da Mina" (1993), entre outras novelas.

Antes de ser internada, Nair interpretava Dona Santinha no humorístico "Zorra Total", da Globo. A atriz estava escalada para a novela das sete da Globo, "Pé na Jaca". Devido a seu estado de saúde, foi substituída por Arlete Salles.