Bombeiros seguem ponto branco em busca a padre desaparecido

0
132

Uma nova pista encontrada na manhã desta terça-feira (6) pode indicar o local onde está o padre Adelir de Carli, de 41 anos, desaparecido desde o dia 20 de abril quando decolou de Paranaguá suspenso por balões de gás hélio.
Segundo o comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de Penha, em Santa Catarina, Johnny Coelho, um ponto branco foi avistado em zona de mata fechada da cidade.
“O ponto foi visto do lado contrário do mar, na Praia Vermelha”, diz. O objeto teria sido avistado por bombeiros voluntários que subiram no brinquedo Big Tower, no Parque Beto Carrero, em Penha. A torre tem 100 metros de altura e dá visão para todos os lados do parque. Um helicóptero será deslocado às 14h para vasculhar o local.
Os trabalhos concentram-se agora em terra, pois há pouca chance de encontrar o religioso em mar. “As temperaturas caíram, a água está gelada e há ondas de até quatro metros se formando”, conta Coelho. De acordo com o bombeiro voluntário, caso mais nenhuma evidência apareça durante esta semana, as buscas devem ser encerradas no domingo (11).
O padre Adelir de Carli está desaparecido desde a noite do dia 20 de abril, após levantar vôo de Paranaguá, no litoral paranaense, com cerca de mil balões festivos cheios de gás hélio. A intenção era ir para Mato Grosso do Sul, mas os ventos fortes levaram o religioso para o Sul e para o meio do mar. Ele saiu de Paranaguá por volta das 13h de domingo e o último contato foi por volta das 21h do mesmo dia.
A Marinha e a Aeronáutica participaram de buscas pelo religioso, mas já encerraram seus trabalhos. A família do padre chegou a alugar um avião para reforçar as buscas. Agora, cerca de 10 bombeiros voluntários continuam a procura pelo padre. 

Portal A Voz – Inhumas