Banco do Povo terá R$ 25 milhões para financiamentos

0
200

Foto: Paulo MachadoO Fundo de Financiamento do Banco do Povo de Goiás terá, em 2014, R$ 25 milhões em caixa para financiar empréstimos a pessoas físicas, micro e pequenos empreendedores. A boa notícia foi dada pelo secretário de Gestão e Planejamento, Giuseppe Vecci, ao inaugurar nesta sexta-feira, dia 20, pela manhã, a nova sede do Banco do Povo.

O novo endereço fica na Avenida Anhanguera, 5.311, entre a Av. Tocantins e a Rua 9, no Centro, em Goiânia. A nova sede faz parte da reestruturação do Banco do Povo e propiciará melhores condições de atendimento aos clientes da capital e do interior.

Segundo Vecci, o Banco do Povo não é um banco, é um programa do Governo com propósito de promover a geração de emprego e renda por meio de incentivo ao empreendedorismo. Somado aos recursos financeiros, os empreendedores também recebem capacitação técnico-gerencial oferecida por meio de parceria com o Sebrae.

 

O secretário chamou a atenção dos agentes de crédito do Banco do Povo para a sua missão de acelerar o giro do capital existente no Fundo. “Tenho certeza de que a equipe está preparada para incentivar o empreendedorismo e, de forma pró-ativa, auxiliar as pessoas a empreender. Isso significa ajudar as comunidades e as cidades a se desenvolverem econômica e socialmente”, ressaltou.

O superintendente do Sebrae Goiás, Manoel Xavier, presente no evento, disse que o crédito é, sem dúvida, um dos problemas que as micro e pequenas empresas enfrentam. “O Banco do Povo é um forte instrumento de apoio aos empreendedores”, frisou. José Evaristo, presidente da Fecomércio, parabenizou o secretário Vecci por escolher o Centro de Goiânia para a implantação da sede do Banco do Povo. “Os empresários aqui do Centro agradecem esta atitude. O Centro de Goiânia necessita de revitalização e esta sede vai ajudar nisso”, afirmou.

 

Neste ano o Banco do Povo passou por algumas mudanças, como a ampliação do financiamento, que passou de R$ 4 mil para até R$ 10 mil, e a redução da taxa de juros de 0,6% para 0,25% ao mês. O prazo de pagamento é de 36 meses e carência de seis meses. Houve também alteração na forma de realização do repasse do financiamento e agora o Banco do Povo paga o fornecedor do empreendedor, propiciando maior controle sobre os recursos aplicados e evitando qualquer forma de desvio.

O empreendedor beneficiado pelo financiamento do Banco do Povo recebe a visita do agente de orientação de crédito, que o ajuda a mensurar seus custos, sua necessidade de produção e de venda para garantir que o negócio seja viável e ele consiga pagar o empréstimo. O agente de crédito elabora ainda um diagnóstico do empreendimento, apontando seus pontos fortes e fracos  e apresenta um plano de melhoria. É o crédito orientado para o bom uso dos recursos.

 

 

Mais informações: (62) 3201-5755

Fonte: Goiás Agora